set 24 2017

Termina a terceira etapa da Copa Suzuki

Terminou há pouco no Yacht Club de Ilhabela, a terceira etapa da Copa Suzuki, uma etapa marcada por dois finais de semana de sol e muito vento no Canal de São Sebastião. Foram ao todo seis regatas para as classes RGS, IRC e Bico de Proa e oito para a HPE e a C30, todas disputadas com ventos nunca abaixo dos 15 nós, uma condição bastante privilegiada para as 30 equipes que participaram desta etapa.

E o que não faltou foi emoção, principalmente na regata deste último sábado, com ventos que chegaram aos 32 nós.

Competitividade foi outra constante nesta terceira etapa. Na C30, por exemplo, a decisão veio apenas na última regata, quando o Caiçara, de Marcos de Oliveira Cesar, conquistou o campeonato ao vencer a regata deste domingo. A equipe acumulou 11 pontos, contra 12 do Caballo Loco, de Mauro Dottori, que havia retomado a liderança do campeonato na regata de ontem.

Em terceiro ficou o +Realizado, de José Luiz Apud, com 22 pontos. O Barracuda (28 pontos), o Katana (33) e o Kaikias (37) completam a flotilha da C30.

As coisas foram mais fáceis para o Ginga, na HPE 25, que venceu seis das oito regatas disputadas e acabou o campeonato na primeira colocação, com 8 pontos.

O Repeteco, de Fernando Haaland, com 20 pontos e o Cabron, de Demian Pons, com 24, conquistaram a 2ª e 3ª colocações.

Equilíbrio também na classe RGS, cujos campeão e vice, o Bl3, de Clauberto Andrade e o Colin, de Sebastian Menendez, terminaram o campeonato com os mesmos 7 pontos.

O Karaka!, de Morgan Watkins, (16 pontos), completa o quadro da RGS, na terceira colocação.

A Bico de Proa teve como campeã a equipe do H2Orça, com 6 pontos. Em segundo, o Jambock, com 12 pontos.

Finalmente na IRC, a etapa foi do Asbar II, de Sérgio Klepacz, que venceu 4 das seis regatas disputadas e, com apenas 7 pontos acumulados, levou a primeira colocação.

Com 14 pontos, o Orson, de Kalu Silva, foi o segundo, seguido do Asbar IV. de Jonas Penteado, com 17 pontos.

Esta terceira etapa da Copa Suzuki foi válida também como a segunda do Campeonato Paulista de Oceano, que começou em abril, em Ubatuba e termina em outubro, em Santos.

A quarta e última etapa da Copa Suzuki – Circuito Ilhabela de Vela Oceânica prossegue nos dias 25/26 de novembro e 2/3 de dezembro. Vale lembrar que nesta etapa será realizada a tradicional Regata Volta à Ilhabela.

A Copa Suzuki – Circuito Ilhabela de Vela é realizada pelo Yacht Club de Ilhabela, tem patrocínio da Suzuki Veículos e apoio e da Antena 1, O Ancoradouro, Balaio de Ideias, Fevesp, Revista Mariner, North Sails, Quantum Sails, Marina Supmar e Rádio Vozes.

Confiram as fotos da premiação:

 

Link permanente para este artigo: http://www.yci.com.br/termina-a-terceira-etapa-da-copa-suzuki/

set 23 2017

Ventos fortes foram o desafio na Copa Suzuki

 

Tudo bem que o desejo de todos é um bom vento para velejar, mas não precisava tanto.

Aliás, quem chegou cedo ao Yacht Club de Ilhabela, até podia pensar que o dia seria de ventos fracos e, de fato, quando a Comissão de Regatas saiu para a raia, teve até dificuldade em se posicionar, pois o vento fraco rondava inconstante, tanto que a bandeira Recon chegou a ser içada. Mas…

Mas… ventou. 20, 22, 25, 27, 30, 32 nós. Com tanto vento e a possibilidade de expôr os competidores a riscos desnecessários, a comissão de regatas decidiu fazer apenas uma regata para todas as classes.

Foi um percurso para a RGS e IRC, que foram à Lage dos Moleques e ao farolete 4, no sul do canal, e uma regata barla-sota para as classes HPE e C30.

As regatas começaram com ventos na casa dos 20 nós que subiram muito de intensidade no decorrer da tarde.

Com a situação atípica e apenas uma regata no dia, o Ginga, de Breno Chvaicer, que venceu a regata, assumiu a liderança isolada, com 6 pontos, o dobro do Repeteco, de Fernando Halland, com 12 pontos que vem em segundo. O DOM, de Pedro Lodovici, vem na terceira colocação, com 16 pontos.

Vale lembrar que, ao atingir 5 regatas,os resultados do campeonato já contam com o descarte da pior colocação de cada equipe.

Na briga da C30, quem se deu melhor no dia de hoje foi o Caballo Loco, de Mauro Dottori, que venceu a regata e assumiu a liderança da classe na etapa, com um ponto a menos do que o Caiçara, de Marcos de Oliveira Cesar, ( 8 contra 9) que chegou na segunda colocação e agora cai para a vice-liderança da etapa. O +Realizado, de José Luiz Apud, termina ou a regata do dia na terceira colocação e também está em terceiro no campeonato.

Nar IRC o Asbar II assumiu a liderança da classe, com 4 pontos, embora hoje, quem chegou em primeiro foi o Maria Preta, de Mario Buckup. Na segunda colocação da etapa, vem o Orson, de Kalu Silva, com 12 pontos e em terceiro, o Asbar IV, de Jonas Penteado, também com 12 pontos.

O Colin, de Sebastian Menendez, lidera a etapa na RGS, com 5 pontos. Um à frente do Bl3, de Clauberto Andrade; O Karaka, de Morgaan Watkins, vem em terceiro, com 13 pontos.

Finalmente, na Bico de Proa, o H2Orça vem na liderança, com 5 pontos, contra os 9, do segundo colocado, o Jambock.

A previsão para este domingo é que a intensidade do vento diminua o que pode permitir a realização de mais de uma regata.

Seja como for a diversão deste sábado vai continuar amanhã, quando acontece também a premiação da etapa após as regatas.

 

Link permanente para este artigo: http://www.yci.com.br/4082-2/

set 22 2017

Copa Suzuki: continua a terceira etapa com regatas decisivas

Recomeçam amanhã as regatas da terceira etapa da Copa Suzuki – Circuito Ilhabela de Vela Oceânica, um final de semana que promete regatas decisivas.

Na C30 a briga pela liderança está mais do que “apertada”, está literalmente “empatada”. O Caiçara, de Marcos de Oliveira Cesar e o Caballo Loco, de Mauro Dottori lideram a classe, ambos com 7 pontos. Mas a disputa na C30 também está acirrada pela segunda colocação, já que apenas 3 pontos separam as três equipes que disputam o segundo lugar.

O Katana, de Cesar Gomes Neto (12 pontos), o +Realizado, de José Luiz Apud (13 pontos) e o Barracuda, de Humberto Diniz (15 pontos) tornarão a disputa deste final de semana particularmente emocionante.

Um pouco mais atrás,na C30, vem o Kaikias, de Renata Decnop, com 23 pontos.

A Classe RGS também promete uma boa disputa entre o líder, Colin, de Sebastian Menendez (5 pontos) e o Bl3, de Clauberto Andrade, (7 pontos). Mas que os dois também não se descuidem, pois o Karaca!, de Morgan Wakins, com 14 pontos, está na disputa.

O Ginga, de Breno Chvaicer, vem na liderança da HPE25, com 6 pontos, quatro a mais do que o segundo colocado, o Dom, de Pedro Lodovici e 5 à frente do Cabron, de Eduardo Antão. Com mais dois dias de regatas e a possibilidade de realização de várias, não dá para afirmar, ainda que o Ginta está com a mão na taça… tem briga boa aí também…

A classe Bico te Proa tem a liderança do H2Orça, de Hill Zamith, com 2 pontos, contra 6 do Jambock, de Henrique Alfonsi.

Vida mais tranquila tem Sérgio Klepacz e a tripulação do Asbar II/Leste Investe, que venceram todas as quatro regatas do final de semana passada e acumulam apenas 4 pontos, bem à frente do “xará”, o Asbar IV, de Jonas Penteado, com 12 pontos. Com 18, em terceiro, o Orson, de Kalu Silva, vem em terceiro na classe.

Vale lembrar que esta etapa da Copa Suzuki soma pontos também para o Paulista de Veleiros de Oceano, que teve sua primeira etapa em Ubatuba e terminará em outubro, em Santos.

Quer dizer, motivo para velejar não falta!

E, claro, nem precisa dizer que a festa da canoa de cerveja está garantida sábado e domingo, quando acontece a premiação da etapa.

Nos vemos em Ilhabela?

Link permanente para este artigo: http://www.yci.com.br/copa-suzuki-continua-a-terceira-etapa-com-regatas-decisivas/

set 17 2017

Copa Suzuki: 3ª etapa prosseguiu neste domingo

Mais duas regatas para todas as classes deram continuidade a este primeiro final de semana da terceira etapa da Copa Suzuki – Circuito Ilhabela de Vela Oceânica, um final de semana que contou com a participação de novos barcos, como o Katana/Portobelo, de Santa Catarina, na C30, o Lucky II, e o Asbar IV, na IRC.

A tarde ensolarada e quente teve ventos um pouco mais fracos do que ontem, mas ainda assim foi possível realizar duas regatas para todas as classes, o que ajudou as equipes na liderança a manter suas boas colocações.

Foi assim com o Ginga, de Breno Chvaicer, que conquistou uma vitória e um segundo lugar nas regatas de hoje. Com isso, a equipe acumula 5 pontos e assume a liderança da etapa. Com 9 pontos, em segundo lugar vem o Repeteco, de Fernando Haalland. E, em terceiro lugar, o Cabron, de Demian Pons, com 13 pontos.

Na C30, o dia foi do Caiçara, de Marcos de Oliveira Cesar, que venceu as duas regatas da tarde e termina o final de semana com 7 pontos acumulados. Com os mesmos 7 pontos mas menor número de vitórias, vem o Caballo Loco, de Mauro Dottori e, em terceiro, o estreante na competição, Katana, de Cesar Gomes Neto, com 12 pontos.

Na RGS o Colin, de Sebastian Menendez e o Bl3, de Clauberto Andrade, se alternaram nas primeiras colocações hoje. Cada um venceu uma regata e terminou a outra em segundo. Com uma vitória a mais na etapa, o Colin assume a liderança, com 5 pontos.
Em terceiro na classe vem o Karaca!, de Morgan Walkins.

Finalmente na IRC, Sergio Klepacz e a tripulação do o Asbar II/Leste Investe, conquistaram mais duas vitórias e lideram a etapa tendo vencido todas as regatas. Em segundo, o Asbar IV, de Jonas Penteado, com 12 pontos. Na terceira colocação da classe, o Orson, de Kalu Silva, com 18 pontos.

O H2Orça, de Hill Zamith, lidera a classe Bico de Proa, com o Jambock, de Henrique Alfonsi, na segunda colocação.

A terceira etapa da Copa Suzuki – Circuito Ilhabela de Vela Oceânica prossegue no próximo final de semana, dias 23 e 24 de setembro, com mais regatas, confraternização em terra e a premiação no domingo.

Veja algumas fotos:

 

 

Link permanente para este artigo: http://www.yci.com.br/copa-suzuki-3a-etapa-prosseguiu-neste-domingo/

set 16 2017

Oito regatas abriram a Copa Suzuki neste sábado

Um dia perfeito para velejar foi o palco da abertura da terceira etapa da Copa Suzuki, neste sábado, em Ilhabela.

Os barcos participantes da HPE25 e C30 ,  disputaram três regatas em condições ideais para as belas disputas que Ilhabela presenciou nesta tarde: ventos constantes na faixa de 15 nós, sol e mar calmo formaram o cenário das disputas do dia.

Na HPE 25 o Ginga, de Breno Chvaicer, manteve a liderança da classe, ao vencer duas das três regatas, ainda que tenha chegado em quarto na terceira. O Dom, de Pedro Lodovici, com um um quinto, um terceiro e um segundo lugar, se coloca na segunda posição da etapa e o Cabron, de Demian Pons, foi o terceiro colocado no dia.

Já na C30 o Caballo Loco, de Mauro Dottori saiu na frente, acumulando 5 pontos nas regatas do dia, contra o Katana, de Cesar Gomes Neto, que somou 8 pontos nas três regatas e, em terceiro, o Caiçara, atual líder do campeonato, ficou em terceiro.

O Asbar II, de Sérgio Klepácz, saiu na frente “cravando” duas vitórias nas duas regatas da classe IRC, com o Orson, de Kalu Silva, “na cola”, com dois segundo-lugares e um barco estreante na Copa Szuki, o Asbar IV, de Jonas Penteado, chegando em terceiro nas duas regatas. Ou seja, amanhã a briga na IRC promete ser boa.

Na RGS, que teve também duas regatas, o Colin, de Sebastian Menendez sai na liderança, vencendo as duas regatas. Na segunda colocação vem o BL3, de Clauberto Andrade, que chegou em segundo nas duas regatas.

E, na Bico de Proa, o H2Orça, Hill Zamith, assume a liderança da classe, com a promessa do Jambock de entrar na disputa nas regatas de amanhã.

A etapa prossegue neste domingo com a expectativa de tempo igualmente bom.

 

A Copa Suzuki – Circuito Ilhabela de Vela é realizada pelo Yacht Club de Ilhabela, tem patrocínio da Suzuki Veículos e apoio e da Antena 1, O Ancoradouro, Balaio de Ideias, Fevesp, Revista Mariner, North Sails, Quantum Sails, Marina Supmar e Rádio Vozes.

 

 

Link permanente para este artigo: http://www.yci.com.br/tres-regatas-abriram-a-copa-suzuki-neste-sabado/

set 14 2017

Réveillon 2018 no YCI

Link permanente para este artigo: http://www.yci.com.br/reveillon-2018-no-yci/

set 14 2017

Copa Suzuki: vai começar a terceira etapa

O Yacht Club de Ilhabela volta a receber a XVII Copa Suzuki – Circuito Ilhabela de Vela, agora em sua terceira etapa.

As expectativas são as melhores possíveis. Previsão de bom tempo, calor e ventos para este primeiro final de semana.

Vale lembrar que esta etapa da Copa Suzuki é válida para o Campeonato Paulista de Vela Oceânica, disputado em três etapas durante 2017 e vários das equipes que participam aqui da Copa Suzuki estão na disputa do paulista também.

Aliás, esta é uma fase de consolidação das posições. Sendo a terceira de quatro etapas, é o momento importante para as equipes consolidarem seus resultados ou, ainda, buscar uma recuperação no campeonato.

Na IRC, por exemplo, o Maria Preta, de Horst Miklauz, está a apenas três pontos de diferença do líder, o Asbar II, de Sérgio Klepacz e o Orson, de Kalu Silva, com uma diferença de 6 pontos para o segundo colocado, tem a chance de assumir a vice-liderança nesta etapa.

Carlos Gerevine, comandando a equipe do Mystic, navega mais tranquilo na liderança da RGS, mas também não pode se acomodar, pois com apenas 7 pontos de diferença vem o Bl3, de Clauberto Andrade, na segunda colocação e um pouco mais distante, o Helios III de Marcos Lobo, na terceira colocação, com apenas 16 pontos distante do líder.

Já na C30 e na HPE, as classes one design, as coisas estão um pouco mais fáceis para os respectivos líderes.

O Caiçara, de Marcos de Oliveira Cesar, vem em primeiro na C30, com 9 pontos à frente do Caballo Loco, de Mauro Dottori. Mas, lembrando que já estão sendo considerandos os descartes dos piores resultados, não tem nada definido ainda na classe. Bom para o +Realizado, de José Luiz Apud, e o Barracuda, de Humberto Diniz que podem usar a etapa para melhorar as suas posições.

O Ginga, de Breno Chvaicer, na HPE, está em posição bem mais confortável, com 37 pontos à frente do segundo colocado, o DOM, de Pedro Lodovici, que certamente não terá vida fácil, já que o Conquest, de Marco Hidalgo, precisa apenas de dois pontos para empatar com o vice-colocado e o Fit to Fly, de Eduardo Mangabeira, também está na briga, com apenas 5 pontos atrás do terceiro colocado.

Considerando o dinamismo da HPE, esta terceira etapa vai ser decisiva para esta disputa.

Bom, sem falar que, claro, a confraternização junto à canoa de cerveja está garantida após as regatas!

As inscrições para esta terceira etapa da Copa Suzuki podem ser feitas na secretaria do evento a partir de amanhã, sexta feira, das 18h00 às 20h30 e no sábado, a partir das 8h30. Elas tem o valor de R$ 100,00 por tripulante.

A Copa Suzuki – Circuito Ilhabela de Vela é realizada pelo Yacht Club de Ilhabela, tem patrocínio da Suzuki Veículos e apoio e da Antena 1, O Ancoradouro, Balaio de Ideias, Fevesp, Revista Mariner, North Sails, Quantum Sails, Marina Supmar e Rádio Vozes.

Link permanente para este artigo: http://www.yci.com.br/copa-suzuki-vai-comecar-a-terceira-etapa/

set 13 2017

Copa Suzuki: 3ª Etapa começa dia 16 de setembro

A organização da Copa Suzuki divulga o Aviso de Regata para a 3ª Etapa.

Já passamos da metade do campeonato e esta etapa é muito importante para a solidificação dos resultados ou para ir buscar aqueles pontos que faltam para a liderança.

As inscrições podem ser feitas a partir da sexta, 15/9, no YCI.

Veja aqui o Aviso de Regata

Confira aqui todas as informações das etapas anteriores

 

Link permanente para este artigo: http://www.yci.com.br/3a-etapa-16-setembro/

set 11 2017

Feijoada no YCI

Link permanente para este artigo: http://www.yci.com.br/feijoada-no-yci-2/

set 07 2017

CETESB alerta sobre a ocorrência de microalgas no litoral

Foto: José Jorge/Cetesb

 

A CETESB (Companhia Ambiental do Estado de São Paulo) está acompanhando a ocorrência de microalgas no Litoral Paulista, identificadas por manchas marrom avermelhadas, decorrentes de uma floração de dinoflagelados. A maior concentração foi detectada na costa entre Caraguatatuba e Ubatuba.

Essa ocorrência é um fenômeno natural, cuja movimentação depende das condições atmosféricas e principalmente das correntes marítimas.

Também tem sido observada a presença de elevadas densidades de microalgas do grupo diatomáceas, na Baixada Santista e Litoral Sul.

Diante deste quadro, mesmo em praias consideradas próprias, a CETESB não recomenda o uso das águas para banhos em locais onde a presença das manchas marrom avermelhadas forem detectadas, pois esses organismos podem provocar, quando presentes em altas densidades, irritação à pele.

Peixes e frutos do mar também devem ser evitados

A CETESB informou a Secretaria da Saúde sobre o evento para verificar a necessidade de adoção de outros tipos de ações.

 

Link permanente para este artigo: http://www.yci.com.br/cetesb-alerta-sobre-a-ocorrencia-de-microalgas-no-litoral/

Posts mais antigos «